Vantagens e desvantagens das casas de madeira

Casas de madeira

Já dizia o velho ditado que “quem casa quer casa”. Contudo, nem só as pessoas unidas pelos laços matrimoniais procuram uma habitação própria. Este é um desejo de boa parte da população adulta e uma das necessidades fundamentais a satisfazer tendo em vista assegurar a máxima independência. No entanto, este objetivo de vida tem muito que se lhe diga e implica um razoável período de consideração havendo, portanto, diversos aspetos a ponderar antes de se efetuar uma escolha definitiva.

Dadas as dificuldades que poderão surgir ao longo do demorado processo de seleção de uma nova casa em madeira referimos de seguida as principais vantagens e desvantagens deste género de residências para que tenha a oportunidade de tomar a sua decisão com uma noção (mais) profunda dos prós e contras desta alternativa habitacional.

Vantagens das casas de madeira

Menor custo absoluto
As características específicas deste tipo de habitações torna-as substancialmente mais baratas (são cerca de 20 por cento menos dispendiosas do que as “casas convencionais”) do que as outras alternativas disponíveis, algo que certamente pesará na balança final dos aspetos positivos e negativos.

Edificação mais célere
O tempo médio de construção de uma casa em madeira é de três meses, ou seja, cerca de metade do período necessário para construir uma habitação tradicional. Isto significa que além dos reduzidos custos do material em si irá igualmente poupar algum dinheiro em honorários correspondentes à mão-de-obra.

Flexibilidade
Este género de residências é dos mais adaptáveis às necessidades dos proprietários, sobretudo devido ao seu material-base, modelado pelo Homem desde o início dos dias e, por isso, conhecido como nenhum outro. Logo, seja qual for a ideia em mente é praticamente certo que a poderá transferir do papel para a realidade sem ter de enfrentar obstáculos demasiado complicados.

Casas de madeira

Desvantagens das casas de madeira

Menor resistência
Não existe qualquer dúvida quanto à qualidade garantida por madeira bem selecionada (a vida útil de residências construídas com este material ronda os cem anos). Porém, a constituição natural da matéria-prima destas habitações acaba por as tornar mais suscetíveis a fenómenos da natureza. Existem, obviamente, variadas formas de se diminuir essa maior sensibilidade como, por exemplo, a aquisição de madeira tratada e proveniente de castas mais resistentes. Assim sendo, caso resida numa área geológica ou meteorologicamente inconstante recomendamos um cuidado adicional na projeção da sua casa.

Emissão de ruído
Exceto casos muitos raros é completamente normal as casas de madeira emitirem ruídos, inicialmente pelo ajuste do material e numa fase posterior devido às próprias características da construção como um todo. Se esta particularidade representa um incómodo para si aconselhamos a ponderação de outras alternativas.

Manutenção adicional
Qualquer edifício (ou construção) necessita de manutenção regular, todavia, as residências em madeira exigem atenção especial para se prolongar o seu tempo de vida útil. A boa notícia é que estas intervenções têm custos residuais e podem ser efetuadas por qualquer pessoa não necessitando, assim, de ser contratado (e, claro, pago) um profissional mais do que uma vez (a primeira: para que se aprenda como realizar as ações necessárias desse momento em diante).

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA