Funções e responsabilidades dos canalizadores

Canalizadores

A habitação é uma das necessidades mais básicas da existência (e essência) humana em ambiente de comunidade. Porém, esse desejo quase inato implica inevitavelmente atender a uma série de obrigações dele indissociáveis como, por exemplo, zelar pela manutenção desse espaço habitacional que possui, entre diversos outros elementos basilares de construção, a canalização.

Mas se depois de tudo instalado e bem cuidado houver um problema neste sistema vital, o que fazer? Fácil. Basta chamar o canalizador.

O que faz um canalizador

A pergunta é simples e a resposta não é, por isso, complicada. Contudo, e contrariamente ao que se possa pensar, o canalizador é um profissional que não lida apenas com tubagens de água e gás.

Estes técnicos podem ainda instalar um vasto conjunto de aparelhos hídricos, elétricos e eletrónicos, tais como fogões, esquentadores, chuveiros, bidés, sanitas e autoclismos, lava-loiças, máquinas de lavar e secar roupa, máquinas de lavar loiça, entre outros.

Convém recordar que ao chamar um canalizador a sua casa deve procurar obter todos os planos das canalizações da sua habitação e facultá-los a este especialista para facilitar a sua tarefa, tornando-a assim mais eficaz, rápida e, logo, menos dispendiosa para si.

Quais as responsabilidades de um canalizador

Estas responsabilidades poderão, no entanto, variar consoante a zona residencial devido a legislação aplicável apenas nessa área geográfica. Por exemplo, os canalizadores em Lisboa ou no Porto não têm necessariamente de possuir as mesmas licenças de atividade dos seus colegas de profissão de Faro ou Beja, seja ao nível de exigências laborais, permissões ou restrições de atuação.

No entanto, as premissas essenciais pouco ou nada mudam, isto é, as suas responsabilidades são habitualmente as mesmas, em particular no que respeita ao dever de conhecer de forma intrínseca as normas de segurança e as recomendações para uma instalação correta dos equipamentos.

Canalizadores

Quando se deve recorrer a um canalizador

No presente artigo foi já sublinhada a importância da canalização e sua adequada manutenção, que passará, entre outras coisas, pela utilização cuidada dos utensílios e aparelhos integrados neste género de sistemas. Todavia, nem mesmo uma cautela extrema evitará problemas inesperados. É precisamente nestas situações que se deve chamar um canalizador a nossa casa, pois é fundamental restaurar o bom funcionamento daquelas que são as “veias” da sua habitação.

A decisão de recorrer a um profissional leva, consequentemente, à necessidade de procurar um bom técnico que pratique preços acessíveis. Uma boa estratégia para selecionar alguém com este perfil passa por guardar os contactos de quem lhe tenha sido recomendado por bons trabalhos efetuados ou pela pesquisa em sites credíveis com uma secção de comentários fundamentados e verídicos.

Em caso de dúvida opte preferencialmente por uma escolha baseada na primeira alternativa referida.

COMPARTILHAR
Próximo artigoPoços artesianos e semi-artesianos

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA